ÉTICA E RESPONSABILIDADE COMO INSTRUTOR DE CÃES DE ASSISTÊNCIA E ESPECIALISTA EM INTERVENÇÕES ASSISTIDAS POR ANIMAIS

Data 30 Julho 2016

ÉTICA E RESPONSABILIDADE COMO INSTRUTOR DE CÃES DE ASSISTÊNCIA E ESPECIALISTA EM INTERVENÇÕES ASSISTIDAS POR ANIMAIS

Frente à recente explosão que se assiste face aos cães de assistência ou de terapia, tem-se visto um acréscimo de oferta: falemos de oferta de treino e entrega de cães ditos "certificados", serviços de "terapia assistida por animais" ou da oferta de formação, também dita certificada.

Desde a Kokua, sentimos-nos na obrigação de esclarecer pontos que consideramos essenciais no desenvolvimento do nosso trabalho como Instrutores de Cães de Assistência e Especialistas em Intervenções Assistidas por Animais:

1) ADI - Assistance Dog International e AAII - Animal Assisted Interventions International

Sabias que existem duas entidades internacionais reguladoras, responsáveis por definir critérios de formação, desenvolvimento profissional, ética, obrigações e deveres, entre outros?

Pois é, a ADI e a AAII cumprem justamente essas funções.

Em Portugal só existe uma Associação certificada por estas entidades, tornando-a referência no nosso país: ÂNIMAS.

2) Formação

Se tens forte interesse em desenvolver trabalho na área, não te fiques pela primeira formação que aparece. Informa-te, lê e compreende verdadeiramente do que se trata.

No caso de dúvidas, contacta as entidades internacionais que saberão aconselhar formação competente e de elevada confiança e profissionalismo.

3) Desenvolvimento profissional na área dos Cães de Ajuda Social

Apesar de parecer simples o conceito de colocar um cão nas mãos de uma pessoa com deficiência ou leva-lo a uma escola/centro de dia/centro ocupacional/etc, a verdade é que existe uma enorme complexidade por detrás. 
É tão simples como entender as bases: estamos a colocar um cão (animal com respostas e métodos de comunicação distintos aos nossos) num ambiente extremamente delicado ou junto de uma pessoa/família com algum tipo de dificuldade/limitação.

Como Especialistas em IAA, devemos zelar pela segurança dos envolvidos em sessão: usuários, técnicos, professores, pais (entre outros) e, principalmente, pelo bem-estar do animal. Isto só se alcança através do conhecimento teórico-prático do trabalho desenvolvido e pelo bom treino do animal em questão.

Como Instrutores de Cães de Assistência, devemos ser conscientes e compreender verdadeiramente as dificuldades que o futuro usuário experiência para, da forma mais competente, seleccionar o animal adequado, treinar baixo critérios específicos, entregar e formar o usuário e família para saber resolver situações quotidianas e, MUITO IMPORTANTE, comprometer-se a acompanha-los durante todo o período laboral do cão (que, em média, chega aos 10 anos).

Os cães de ajuda social são produtos de apoio/ajuda técnica promissores que estão em luta por demonstrar a sua eficácia e validade. 
Se acreditas no nosso trabalho e queres explorar este belo ramo, ajuda-nos a demonstrar a sua seriedade fazendo opções conscientes.

Para dúvidas ou curiosidades, 
www.kokua.pt
kokua@outlook.pt